Fórum Sexualidade
Olá, Convidado, seja bem-vindo ao Fórum Sexualidade.

Aqui você terá espaço para falar sobre diversos temas da sexualidade humana sem tabus, podendo compartilhar e aprender com todos os outros membros.

Além disso, você encontrará diversas discussões e informações sobre os mais variados temas da atualidade.

Somente membros podem visualizar alguns assuntos, portanto, não perca tempo e cadastre-se, participe das discussões.

Este fórum é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox 3.6 com a resolução de tela 1024 x 600 ou superior.

Divulgue-nos também.
Atenciosamente,

Equipe do Fórum Sexualidade.

Conectar-se

Esqueci minha senha

Painel do Usuário
Convidado


PAINEL DE USUÁRIO




MENSAGENS PRIVADAS
Últimos assuntos
» Site que envolve arte e sexo
Qui 30 Jul 2015, 08:42 por strubloid

» Arte mais sexo
Qui 30 Jul 2015, 08:40 por strubloid

» Sou doente ou ele já não me quer?
Ter 14 Jul 2015, 09:22 por rqhb

» Mulheres mais velhas gostam mais de sexo do que as mais novas, diz estudo
Sex 24 Abr 2015, 20:08 por Elisa Margotte

» Seguro de mais a ejaculação e acabo não gozando!
Dom 22 Fev 2015, 03:45 por Magusto

» Pílula
Qui 05 Fev 2015, 19:21 por Sofia Matias

» Mostrar o corpo na webcam para ganhar um Dinheiro Extra
Qua 28 Jan 2015, 12:20 por PixudoTesudo

» Preocupação dupla...
Qui 27 Nov 2014, 15:57 por Victor13

» Daniel Denardi, ao seu dispor
Qui 02 Out 2014, 20:56 por dandenardi

Votação

O que pensa sobre aborto:

27% 27% [ 12 ]
11% 11% [ 5 ]
11% 11% [ 5 ]
50% 50% [ 22 ]

Total dos votos : 44

Novidades do Blog
Veja também
Formspring.me

OrkutTwitter

Cantinho da Éris
Visitas

PageRank
Donde vêm

Insatisfação sexual preocupante nos universitários

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Insatisfação sexual preocupante nos universitários

Mensagem por Ricardo em Sab 18 Set 2010, 12:14

O director-geral de Saúde afirmou ontem, sexta-feira, na Universidade de Aveiro, que o cenário de insatisfação sexual entre a população universitária "é preocupante".

Francisco George, participante num seminário sobre educação sexual, promovido pela Associação para o Planeamento da Família em parceria com a Sociedade Portuguesa de Sexologia Clinica, considerou que os resultados de um estudo exploratório realizado entre a população universitária aveirense - em que 40% dos inquiridos assinalam dificuldades sexuais - são "preocupantes". Na sua opinião, a educação sexual "é uma área onde não podemos fazer intervenções negativas".

Segundo o estudo da equipa de Pedro Nobre, docente da Universidade de Aveiro (UA) e presidente da Sociedade Portuguesa de Sexologia Clínica, ontem revelado por Liliana Sousa, pró-reitora da UA, 21% dos inquiridos tem duvidas sobre as suas competências sexuais e cinco por cento não têm confiança em si enquanto parceiro sexual. Quase 40% dos inquiridos referiram dificuldades sexuais, tais como ejaculação precoce, desejo sexual hipoactivo, disfunção eréctil ou perturbações de orgasmo, no caso dos homens e, nas mulheres, perturbações da excitação. 13% dos homens declararam-se, por outro lado, insatisfeitos com a vida sexual, percentagem que nas mulheres é apenas de sete por cento.

Felix Lopez, da Universidade de Salamanca, que falou sobre a educação sexual e a educação emocional e afectiva, a actividade sexual entre os jovens é um direito reconhecido que não deve ser associado a tempos de loucura.

"A sexualidade furtiva e a baixa qualidade amorosa será sempre uma actividade de risco", disse Felix Lopez, para quem estamos numa sociedade que permite a actividade sexual, mas não a aceita. "Os adolescentes não têm uma informação sexual adequada legitimada", sublinhou.
Fonte
avatar
Ricardo
Aprendiz
Aprendiz

Masculino Capricórnio Cobra
Primaveras Primaveras : 27
Mensagens Mensagens : 60

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum