Fórum Sexualidade
Olá, Convidado, seja bem-vindo ao Fórum Sexualidade.

Aqui você terá espaço para falar sobre diversos temas da sexualidade humana sem tabus, podendo compartilhar e aprender com todos os outros membros.

Além disso, você encontrará diversas discussões e informações sobre os mais variados temas da atualidade.

Somente membros podem visualizar alguns assuntos, portanto, não perca tempo e cadastre-se, participe das discussões.

Este fórum é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox 3.6 com a resolução de tela 1024 x 600 ou superior.

Divulgue-nos também.
Atenciosamente,

Equipe do Fórum Sexualidade.

Conectar-se

Esqueci minha senha

Painel do Usuário
Convidado


PAINEL DE USUÁRIO




MENSAGENS PRIVADAS
Últimos assuntos
» Site que envolve arte e sexo
Qui 30 Jul 2015, 08:42 por strubloid

» Arte mais sexo
Qui 30 Jul 2015, 08:40 por strubloid

» Sou doente ou ele já não me quer?
Ter 14 Jul 2015, 09:22 por rqhb

» Mulheres mais velhas gostam mais de sexo do que as mais novas, diz estudo
Sex 24 Abr 2015, 20:08 por Elisa Margotte

» Seguro de mais a ejaculação e acabo não gozando!
Dom 22 Fev 2015, 03:45 por Magusto

» Pílula
Qui 05 Fev 2015, 19:21 por Sofia Matias

» Mostrar o corpo na webcam para ganhar um Dinheiro Extra
Qua 28 Jan 2015, 12:20 por PixudoTesudo

» Preocupação dupla...
Qui 27 Nov 2014, 15:57 por Victor13

» Daniel Denardi, ao seu dispor
Qui 02 Out 2014, 20:56 por dandenardi

Votação

O que pensa sobre aborto:

27% 27% [ 12 ]
11% 11% [ 5 ]
11% 11% [ 5 ]
50% 50% [ 22 ]

Total dos votos : 44

Novidades do Blog
Veja também
Formspring.me

OrkutTwitter

Cantinho da Éris
Visitas

PageRank
Donde vêm

Insatisfação sexual preocupante nos universitários

Ir em baixo

Insatisfação sexual preocupante nos universitários

Mensagem por Ricardo em Sab 18 Set 2010, 12:14

O director-geral de Saúde afirmou ontem, sexta-feira, na Universidade de Aveiro, que o cenário de insatisfação sexual entre a população universitária "é preocupante".

Francisco George, participante num seminário sobre educação sexual, promovido pela Associação para o Planeamento da Família em parceria com a Sociedade Portuguesa de Sexologia Clinica, considerou que os resultados de um estudo exploratório realizado entre a população universitária aveirense - em que 40% dos inquiridos assinalam dificuldades sexuais - são "preocupantes". Na sua opinião, a educação sexual "é uma área onde não podemos fazer intervenções negativas".

Segundo o estudo da equipa de Pedro Nobre, docente da Universidade de Aveiro (UA) e presidente da Sociedade Portuguesa de Sexologia Clínica, ontem revelado por Liliana Sousa, pró-reitora da UA, 21% dos inquiridos tem duvidas sobre as suas competências sexuais e cinco por cento não têm confiança em si enquanto parceiro sexual. Quase 40% dos inquiridos referiram dificuldades sexuais, tais como ejaculação precoce, desejo sexual hipoactivo, disfunção eréctil ou perturbações de orgasmo, no caso dos homens e, nas mulheres, perturbações da excitação. 13% dos homens declararam-se, por outro lado, insatisfeitos com a vida sexual, percentagem que nas mulheres é apenas de sete por cento.

Felix Lopez, da Universidade de Salamanca, que falou sobre a educação sexual e a educação emocional e afectiva, a actividade sexual entre os jovens é um direito reconhecido que não deve ser associado a tempos de loucura.

"A sexualidade furtiva e a baixa qualidade amorosa será sempre uma actividade de risco", disse Felix Lopez, para quem estamos numa sociedade que permite a actividade sexual, mas não a aceita. "Os adolescentes não têm uma informação sexual adequada legitimada", sublinhou.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Ricardo
Aprendiz
Aprendiz

Masculino Capricórnio Cobra
Primaveras Primaveras : 28
Mensagens Mensagens : 60

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum