Fórum Sexualidade
Olá, Convidado, seja bem-vindo ao Fórum Sexualidade.

Aqui você terá espaço para falar sobre diversos temas da sexualidade humana sem tabus, podendo compartilhar e aprender com todos os outros membros.

Além disso, você encontrará diversas discussões e informações sobre os mais variados temas da atualidade.

Somente membros podem visualizar alguns assuntos, portanto, não perca tempo e cadastre-se, participe das discussões.

Este fórum é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox 3.6 com a resolução de tela 1024 x 600 ou superior.

Divulgue-nos também.
Atenciosamente,

Equipe do Fórum Sexualidade.

Conectar-se

Esqueci minha senha

Painel do Usuário
Convidado


PAINEL DE USUÁRIO




MENSAGENS PRIVADAS
Últimos assuntos
» Site que envolve arte e sexo
Qui 30 Jul 2015, 08:42 por strubloid

» Arte mais sexo
Qui 30 Jul 2015, 08:40 por strubloid

» Sou doente ou ele já não me quer?
Ter 14 Jul 2015, 09:22 por rqhb

» Mulheres mais velhas gostam mais de sexo do que as mais novas, diz estudo
Sex 24 Abr 2015, 20:08 por Elisa Margotte

» Seguro de mais a ejaculação e acabo não gozando!
Dom 22 Fev 2015, 03:45 por Magusto

» Pílula
Qui 05 Fev 2015, 19:21 por Sofia Matias

» Mostrar o corpo na webcam para ganhar um Dinheiro Extra
Qua 28 Jan 2015, 12:20 por PixudoTesudo

» Preocupação dupla...
Qui 27 Nov 2014, 15:57 por Victor13

» Daniel Denardi, ao seu dispor
Qui 02 Out 2014, 20:56 por dandenardi

Votação

O que pensa sobre aborto:

27% 27% [ 12 ]
11% 11% [ 5 ]
11% 11% [ 5 ]
50% 50% [ 22 ]

Total dos votos : 44

Novidades do Blog
Veja também
Formspring.me

OrkutTwitter

Cantinho da Éris
Visitas

PageRank
Donde vêm

Secretário de Estado do Vaticano relaciona pedofilia à homossexualidade

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Secretário de Estado do Vaticano relaciona pedofilia à homossexualidade

Mensagem por Daniela em Ter 13 Abr 2010, 10:29

SANTIAGO - O secretário de Estado do Vaticano, cardeal Tarcisio Bertone, disse na segunda-feira, 12, no Chile, que os múltiplos casos de pedofilia envolvendo membros da Igreja Católica estão vinculados à homossexualidade, e não ao celibato sacerdotal. No Chile, um dos casos mais famosos de pedofilia envolvia um sacerdote que mantinha relações sexuais com meninas adolescentes.


"Demonstraram muitos psicólogos, muitos psiquiatras, que não há relação entre celibato e pedofilia, mas muitos demonstraram - e disseram isso recentemente - que há uma relação entre homossexualidade e pedofilia", afirmou Bertone. "Isso é verdade, este é o problema", disse, em declarações transmitidas pela Rádio Cooperativa.

Em visita ao país sul-americano, Bertone abriu a Assembleia Plenária da Conferência Episcopal chilena. O religioso reiterou que a Igreja Católica nunca impediu investigações de pedofilia envolvendo padres e bispos.

Reações

A fala de Bertone levou a reações fortes por parte dos defensores dos direitos dos homossexuais no Chile. "Nem Bertone nem o Vaticano têm a autoridade moral" para oferecer lições de sexualidade, afirmou Rolando Jiménez, presidente do Movimento para a Integração e Liberação Homossexual no Chile.

Jiménez também notou que não há um estudo bem elaborado respaldando as declarações do cardeal. "É uma estratégia perversa do Vaticano para fugir de sua própria responsabilidade", afirmou ele.

Pelo menos um dos pedófilos mais famosos da Igreja Católica do Chile atacava meninas - uma das jovens ficou grávida. O arcebispo de Santiago recebeu muitas queixas sobre o sacerdote José Andrés Aguirre por parte de famílias preocupadas com suas filhas. Apesar disso, o sacerdote, conhecido por seus paroquianos como o padre Tato, manteve contato com um grupo de meninas católicas da cidade.

Depois, por causa das acusações, Aguirre foi enviado em duas ocasiões para fora do Chile, e acabou condenado a 12 anos de prisão por abusar de dez jovens. Uma delas, identificada como Paula, disse que começou a ter relações sexuais com o sacerdote aos 16 anos e continuou até os 20 anos.

Paula disse ao jornal chileno La Nación ter pensado que não havia problemas em fazer sexo com ele, porque quando relatou o caso a outros sacerdotes, na confissão, eles disseram para ela orar e que isso era tudo. A jovem afirmou que eles sabiam e alguns supunham que se tratava do padre Tato, mas nenhum a ajudou.

Renúncia

Um desses sacerdotes procurados por Paula foi o arcebispo Francisco José Cox, também envolvido em acusações de pedofilia. Arcebispo da cidade de La Serena, 470 quilômetros ao norte de Santiago, Cox foi obrigado a renunciar em 1997. Foi transferido para Santiago, depois para Roma, em seguida para a Colômbia e agora está recluso na Alemanha.

Em 2002, o cardeal arcebispo de Santiago, Francisco Javier Errázuriz, confirmou que Cox foi transferido por "condutas impróprias" com menores.

Fonte: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Fique por dentro das novidades do fórum em [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.].
Já pensou em ter seu próprio espaço aqui? Então crie teu [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]!
avatar
Daniela
Idealizadora
Idealizadora

Feminino Sagitário Galo
Primaveras Primaveras : 36
Mensagens Mensagens : 1099

http://cantinhodaeris.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sexóloga rejeita ligação entre pedofilia e homossexualidade

Mensagem por Daniela em Ter 13 Abr 2010, 10:32

A psicóloga Marta Crawford recusou, esta terça-feira, qualquer ligação entre pedofilia e homossexualidade, dizendo não compreender qual o objectivo da Igreja Católica ao tentar estabelecer esta relação. Declarações da sexóloga, ouvida pela Agência Lusa, depois de o cardeal Tarcísio Bertone, número dois do Vaticano, ter dito que a pedofilia era culpa da homossexualidade e não do celibato.

«Não vejo qualquer relação entre pedofilia e homossexualidade. A pedofilia não é só relacionada com comportamentos com pessoas do mesmo sexo. Logo aí a relação nem sequer se coloca. Ser pedófilo não significa ter relações com pessoas do mesmo sexo, significa ter relações forçadas com pessoas de outra idade», afirmou Marta Crawford.

«Não sei qual é o objectivo da Igreja ao tentar meter tudo junto. A Igreja quer com isso provar o quê? Não estou a perceber a intenção», questionou ainda a sexóloga Marta Crawford.

Para a especialista, é importante sublinhar que a pedofilia é «uma situação clínica diagnosticada», enquanto a homossexualidade «não é uma doença» e «nada tem a ver com situações de abuso sexual sobre outros».

Ainda assim, Marta Crawford rejeita igualmente uma relação entre pedofilia e celibato: «Existem muitos pedófilos que nada têm a ver com a Igreja. Parece-me demais tentar dizer que todos os homens da Igreja sujeitos ao celibato são potenciais pedófilos. Não é a circunstância que fabrica pedófilos, existe uma situação clínica por trás e essa é uma questão mental».
Fonte: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Resposta ao caso: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Fique por dentro das novidades do fórum em [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.].
Já pensou em ter seu próprio espaço aqui? Então crie teu [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]!
avatar
Daniela
Idealizadora
Idealizadora

Feminino Sagitário Galo
Primaveras Primaveras : 36
Mensagens Mensagens : 1099

http://cantinhodaeris.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Secretário de Estado do Vaticano relaciona pedofilia à homossexualidade

Mensagem por Gustavo em Ter 13 Abr 2010, 15:49

É muito ignorância! Os padrecos saem molestando a molecada e agora a culpa é dos homossexuais... valeu. Daqui a pouco vai ter gente batendo no vizinho gay por que ele é um molestador de criancinhas em potencial
avatar
Gustavo
Diplomata
Diplomata

Masculino Libra Galo
Primaveras Primaveras : 36
Mensagens Mensagens : 202

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Secretário de Estado do Vaticano relaciona pedofilia à homossexualidade

Mensagem por Daniela em Qua 14 Abr 2010, 08:28

Cardeal é intimado a provar declarações
Associação entre pedofilia e homossexualidade feita pelo número 2 do Vaticano recebe críticas de políticos, médicos e manifestantes.

Um dia após o cardeal Tarcisio Bertone - a segunda maior autoridade da Igreja Católica - causar polêmica no Chile ao atribuir à homossexualidade, e não ao celibato dos padres, a razão para os casos de pedofilia no clero, políticos, médicos e movimentos pró-diversidade sexual de vários países exigiram do secretário de Estado do Vaticano que mostrasse as provas que vinculam a homossexualidade à pedofilia.

"A pedofilia é um transtorno mental de índole sexual que afeta tanto homossexuais quanto heterossexuais", disse o senador democrata-cristão chileno Patricio Walker. "Gostaria de conhecer os estudos científicos que ele (Bertone) diz ter." O deputado comunista Hugo Gutiérrez disse que "o celibato faz mais dano a um ser humano do que uma condição de homossexualidade".

O líder do Movimento de Integração e Libertação Homossexual, Rolando Jiménez, pediu que o cardeal mostrasse "algum informe científico, rigoroso, sério e independente" que corroborasse suas declarações. Médicos também descartaram o vínculo. "Não me parece possível pensar que haja uma relação direta entre a homossexualidade e a pedofilia", afirmou a médica-legal Tamara Galleguillos.

Na Itália, as declarações também foram rechaçadas por partidos políticos de todos os espectros. A deputada Anna Paola Concia, do Partido Democrático, pediu que o cardeal retirasse suas declarações "violentas, inumanas e graves". Para ela, a análise de Bertone é "baseada em teses falsas, desmentidas pela Organização Mundial da Saúde e que não são compartilhadas pela maioria dos católicos."

Sem transtorno. A homossexualidade é uma orientação sexual, não um transtorno mental - caso da pedofilia, prevista no Código Internacional de Doenças da OMS. Segundo a classificação, a pedofilia pode se manifestar em relação a meninos, meninas ou a ambos os sexos.

"A associação é uma tentativa de estigmatizar a homossexualidade", diz o psiquiatra Claudio Cohen. "A homossexualidade é saudável, a pedofilia, não. O papa terá de pedir desculpas por mais esse erro", afirma o psiquiatra Paulo Sampaio. "O Vaticano, em situação crítica, tenta desviar a discussão para a homossexualidade", afirma o antropólogo Luiz Mott, fundador do Grupo Gay da Bahia. "Não condiz com a moral cristã, é uma conduta perniciosa. Que se investigue os padres, pastores, pais de santo e os machões pedófilos". / FABIANE LEITE, com AFP e EFE

Fonte: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Fique por dentro das novidades do fórum em [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.].
Já pensou em ter seu próprio espaço aqui? Então crie teu [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]!
avatar
Daniela
Idealizadora
Idealizadora

Feminino Sagitário Galo
Primaveras Primaveras : 36
Mensagens Mensagens : 1099

http://cantinhodaeris.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Secretário de Estado do Vaticano relaciona pedofilia à homossexualidade

Mensagem por Kolseuvis em Qua 14 Abr 2010, 10:23

Acho que aí entra a história da assexualidade.
Convenhamos que não deve ser fácil para alguém de carne e osso, não sentir prazeres sexuais, ter fantasias, ou algo do tipo. E quando se vive entre homens, isso acaba se tornando algo mais comum para eles, imagino eu.
Olha na grécia antiga, ou na própria Sparta... os garotos eram transformados em homens aos 7 anos de idade, e para isso ser feito, ele precisava ser iniciado também sexualmente, o que acontecia com um membro de maior patente do exercito, ou seja, o que para nós hoje é homossexual, na época era sinônimo de masculinidade. Acho que quando falamos de religião, ou mesmo o simples fato de não termos a nossa liberdade sexual, o que ta mais profundo, mais guardado, acaba vindo atona.
avatar
Kolseuvis
Mediador
Mediador

Masculino Aquário Macaco
Primaveras Primaveras : 25
Mensagens Mensagens : 218

http://www.interativo.forumeiros.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Secretário de Estado do Vaticano relaciona pedofilia à homossexualidade

Mensagem por Daniela em Qui 15 Abr 2010, 11:15

Pedofilia leva a Igreja ao fundo do poço
Do blog de Ricardo Kotscho:

Quanto mais tenta justificar a enxurrada de acusações de pedofilia contra padres e bispos em diferentes regiões do mundo, mais a Igreja Católica Apostólica Romana se afunda no poço das suas contradições.

A última agora foi esta inacreditável declaração feita terça-feira, em Santiago do Chile, pelo cardeal Tarcisio Bertone, secretário de Estado do Vaticano, o segundo homem na hierarquia da Igreja:

“Muitos psicólogos e psiquiatras demonstraram que não há relação entre celibato e pedofilia, mas outros demonstraram que há entre homossexualidade e pedofilia”.

De onde ele tirou isso? Quais psicólogos e psiquiatras chegaram a esta conclusão? E o que leva membros do clero à homossexualidade?

Mesmo sem ser um estudioso do assunto, qualquer leigo pode concluir que é mais provável o celibato levar à homossexualidade, ao obrigar homens e mulheres a conviverem unicamente com pessoas do mesmo sexo nos conventos e seminários. Mas de onde este cardeal foi tirar a ligação entre homossexualidade, uma orientação sexual, e pedofilia, um crime hediondo, em qualquer lugar do mundo?

Em pleno século 21, o celibato obrigatório na igreja é uma das maiores aberrações e hipocrisias que ainda resistem ao tempo de mudanças em que vivemos.

Setores cada vez mais amplos da própria Igreja são contra esta instituição, que não está em nenhum lugar das escrituras sagradas, mas têm receio de se manifestar publicamente contra um dogma defendido pelo papa Bento 16, o mais retrógado e autoritário chefe da Igreja dos tempos modernos.

O prório Bento 16 já foi denunciado pela imprensa americana, com a revelação de documentos do Vaticano, por ter acobertado ao menos dois casos de pedofilia, quando ainda comandava a Congregação para a Doutrina da Fé, na época responsável pela expulsão da Igreja do frade brasileiro Leonardo Boff.

As denúncias crescem em progressão geométrica desde que foi aberta uma linha telefônica, em março, na Alemanha, terra natal do Papa, para receber denúncias anônimas por vítimas de pedofilia.

Quase 15 mil denúncias foram feitas em apenas uma semana, o mesmo número de um relatório da Igreja Católica na Irlanda, publicado no ano passado, segundo informa a repórter Luciana Coelho, da Folha, em Genebra.

Sem saber o que fazer diante do tsunami de denúncias de abusos contra padres e religiosos, e como não é mais possível esconder os malfeitos, a Igreja já atirou para todos os lados, pediu desculpas, anunciou que fará rigorosas investigações e que as vitimas devem ser indenizadas, mas a cada dia que passa a situação fica pior, como nesta manifestação do cardeal Bertone.

Em Santiago ainda, sem citar as fontes de onde tirou suas conclusões, o vice do Papa foi mais longe e afirmou que a pedofilia é “uma patologia que aparece em todos os tipos de pessoas e, nos padres, em um grau menor em termos percentuais”.

De onde ele tirou isso? Mesmo que fosse verdade, não justificaria a atitude canalha dos religiosos, que deveriam dar o exemplo e proteger os jovens, e não abusar deles, embora admita que “o comportamento de padres, nesses casos, é negativo, é grave e é escandaloso”.

O mal está feito e não tem cura para as milhares de vítimas deixadas no caminho pelos “celibatários” da Igreja. O que o mundo gostaria de saber é o que a Igreja Católica pretende fazer para que essa patologia, como diz Berdone, não se transforme numa pandemia, esvaziando cada vez mais os templos católicos.

Antes que me acusem de preconceito religioso contra os católicos, acho bom informar que esta é a minha Igreja, estudei em colégio de padres, pensei em seguir o sacerdócio, mas não dá para se calar diante destes reiterados crimes praticados contra menores nas sacristias pelo mundo afora.

Claro que não se trata de uma exclusividade da Igreja Católica. Em nome de Deus e de Jesus, praticam-se as maiores barbaridades contra os setores mais pobres e indefesos da população nas diferentes denominações religiosas, como revela a mesma edição da Folha desta quarta-feira, em reportagem de Rubens Valente.

Com base num vídeo entregue por um ex-voluntário da Igreja Universal do Reino de Deus, fica-se sabendo como a holding do bispo Edir Macedo se preparou para recolher dízimos em meio à crise de 2008.

Nele aparece o bispo Romualdo Panceiro, apontado como sucessor de Edir, orientando seus colegas, em português castiço, a usar passagens bíblicas com o termo “semear” para arrancar dinheiro dos fiéis:

“Eu combinei com os regionais aqui o seguinte, malandro. No domingo, falar assim: Olha, pessoal, em nome de Jesus, você que vai agora semear em cima dessa palavra aqui, com 10 mil (reais) para cima, vem aqui na frente, coloca, muito bem. Com mil para cima, vem aqui pra frente´(…)”

Entre os templos do cardeal Bertone e os do bispo Panceiro, prefiro ficar fazendo minhas orações sem sair de casa. É mais seguro e Deus nos ouve do mesmo jeito.
Fonte: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

A igreja ganharia muito mais se, ao invés de tentar justificar os padres molestadores, achasse uma solução de vez para o problema.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Fique por dentro das novidades do fórum em [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.].
Já pensou em ter seu próprio espaço aqui? Então crie teu [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]!
avatar
Daniela
Idealizadora
Idealizadora

Feminino Sagitário Galo
Primaveras Primaveras : 36
Mensagens Mensagens : 1099

http://cantinhodaeris.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Secretário de Estado do Vaticano relaciona pedofilia à homossexualidade

Mensagem por Daniela em Seg 10 Maio 2010, 11:24

Ainda sobre o tema:

Pedofilia não é igual a homossexualidade

Estabelecer uma relação entre a pedofilia e a homossexualidade "é claramente estigmatizante para a comuninade homossexual", alerta o presidente da organização do 10.º Congresso da Federação Europeia de Sexologia, que decorre no Porto até quinta-feira.

"Há abusadores que são de orientação homossexual e de orientação heterossexual, pelo que não há qualquer relação causa/efeito", sublinha o sexólogo Pedro Nobre, que dirige o laboratório de investigação em sexologia da Universidade de Aveiro e preside à Sociedade Portuguesa de Sexologia Clínica, criticando "a forma como a Igreja Católica tem confundido pedofilia com homessexualidade".

Os direitos dos homossexuais são um dos temas principais do congresso, que reúne especialistas de formações distintas - médicos, psicólogos, sociólogos, historiadores, cientistas sociais - oriundos de 32 países, fazendo o balanço de 100 anos de Sexologia e da multidisciplinaridade desta ciência.

O lançamento do debate sobre os direitos dos homossexuais, em particular contra a sua discriminação e perseguição, é aliás contemporâneo do nascimento da Sexologia. Surgiu na Alemanha evoluída do início do século XX, mas sofreu um sério revés com o nazismo, que perseguiu e matou os homossexuais. Mas, tanto tempo depois, "ainda há países árabes onde esta orientação é proibida e onde existe pena de morte", nota Pedro Nobre.

Outro tema em evidência no congresso é a saúde sexual, da qual se tem falado muito nos últimos anos, também pela positiva, isto é não apenas em relação a problemas como a disfunção, mas também pelos seus benefícios. E saúde tem a ver com satisfação sexual, "factor importantíssimo para a qualidade de vida".

"Prevalece ainda a ideia de que se estivermos sexualmente satisfeitos é bom, mas se não estivermos, paciência, pois há outras coisas boas na vida, mas o que está demonstrado é que a satisfação é um preditor da qualidade de vida", afirma Pedro Nobre. Por outras palavras: as pessoas com bons níveis de satisfação sexual têm tendencialmente menos problemas de saúde, por exemplo.

É aqui que entra o terceiro tema - a educação sexual. Para que serve? Para educar para a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e de gravidezes indesejáveis, sim. Mas também para acabar com o desconhecimento, a desinformação e os mitos que "continuam a ser muito prevalecentes", defende o cientista.

Por exemplo, o mito do macho latino: o de que o homem não pode falhar na erecção. Este "falocentrismo" é "irrealista, porque os homens não são máquinas e as máquinas também falham", diz o especialista, chamando a atenção para os riscos de colocar a expectativa de desempenho do homem num nível elevado.

Mas em relação às mulheres também há ideias erradas e mitos que alimentam até, com a liberalização das ideias, uma pressão sobre a sexualidade feminina - o de que devem ter múltiplos orgasmos e satisfazer completamente os seus parceiros.

Ao contrário do que ensinava Freud e muita gente pensa ainda, a maior parte das mulheres (70% em vários estudos) não atinge o orgasmo exclusivamente pelo coito, pois as paredes da vagina não são o órgão genital mais sensível, mas sim o clítoris, que deve ser estimulado. O desconhecimento de factos como este faz com que muitas mulheres tenham uma vida sexual "extremamente insatisfatória", observa.

Fonte: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Fique por dentro das novidades do fórum em [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.].
Já pensou em ter seu próprio espaço aqui? Então crie teu [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]!
avatar
Daniela
Idealizadora
Idealizadora

Feminino Sagitário Galo
Primaveras Primaveras : 36
Mensagens Mensagens : 1099

http://cantinhodaeris.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Secretário de Estado do Vaticano relaciona pedofilia à homossexualidade

Mensagem por Gustavo em Seg 10 Maio 2010, 12:18

Achei uma "puta falta de sacanagem" o que o representante do Vaticano falou, a ignorância deveria constar como pecado também lol!
avatar
Gustavo
Diplomata
Diplomata

Masculino Libra Galo
Primaveras Primaveras : 36
Mensagens Mensagens : 202

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Secretário de Estado do Vaticano relaciona pedofilia à homossexualidade

Mensagem por Leleca em Seg 10 Maio 2010, 16:47

Bem li que esse assunto ganhou manchetes internacionais por ter sido uma declaração tão absurda igual ao absurdo que eh os padres pedofilos
avatar
Leleca
Estagiário
Estagiário

Feminino Leão Cavalo
Primaveras Primaveras : 27
Mensagens Mensagens : 108

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Secretário de Estado do Vaticano relaciona pedofilia à homossexualidade

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum