Fórum Sexualidade
Olá, Convidado, seja bem-vindo ao Fórum Sexualidade.

Aqui você terá espaço para falar sobre diversos temas da sexualidade humana sem tabus, podendo compartilhar e aprender com todos os outros membros.

Além disso, você encontrará diversas discussões e informações sobre os mais variados temas da atualidade.

Somente membros podem visualizar alguns assuntos, portanto, não perca tempo e cadastre-se, participe das discussões.

Este fórum é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox 3.6 com a resolução de tela 1024 x 600 ou superior.

Divulgue-nos também.
Atenciosamente,

Equipe do Fórum Sexualidade.

Conectar-se

Esqueci minha senha

Painel do Usuário
Convidado


PAINEL DE USUÁRIO




MENSAGENS PRIVADAS
Últimos assuntos
» Site que envolve arte e sexo
Qui 30 Jul 2015, 08:42 por strubloid

» Arte mais sexo
Qui 30 Jul 2015, 08:40 por strubloid

» Sou doente ou ele já não me quer?
Ter 14 Jul 2015, 09:22 por rqhb

» Mulheres mais velhas gostam mais de sexo do que as mais novas, diz estudo
Sex 24 Abr 2015, 20:08 por Elisa Margotte

» Seguro de mais a ejaculação e acabo não gozando!
Dom 22 Fev 2015, 03:45 por Magusto

» Pílula
Qui 05 Fev 2015, 19:21 por Sofia Matias

» Mostrar o corpo na webcam para ganhar um Dinheiro Extra
Qua 28 Jan 2015, 12:20 por PixudoTesudo

» Preocupação dupla...
Qui 27 Nov 2014, 15:57 por Victor13

» Daniel Denardi, ao seu dispor
Qui 02 Out 2014, 20:56 por dandenardi

Votação

O que pensa sobre aborto:

27% 27% [ 12 ]
11% 11% [ 5 ]
11% 11% [ 5 ]
50% 50% [ 22 ]

Total dos votos : 44

Novidades do Blog
Veja também
Formspring.me

OrkutTwitter

Cantinho da Éris
Visitas

PageRank
Donde vêm

População tem dificuldade para definir expressão "fazer sexo"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

População tem dificuldade para definir expressão "fazer sexo"

Mensagem por Daniela em Qua 10 Mar 2010, 11:29

Estudo apontou que há diferentes interpretações sobre a prática sexual.


Um estudo do Instituto Kinsey, da Universidade de Indiana (EUA), constatou que não existe um consenso quando o assunto é “fazer sexo”, após fazer consultar mais de 400 pessoas residentes no campus.
O estudo realizado pela Escola de Saúde junto ao centro de estudo de Doenças Sexualmente Transmissíveis foi baseado em perguntas sobre sexo feitas a um grupo de 204 homens e 282 mulheres, com idades entre 18 e 96 anos. O objetivo era examinar se o acesso à informação realmente ajuda a esclarecer sobre o tema. As respostas, no entanto, fizeram a tese cair por terra.

Para 30% das pessoas consultadas, o contato oral nos genitais (sexo oral) não é considerado uma prática sexual. Quando a pergunta era sobre penetração anal, 20% desconsideram o ato como uma forma de sexo.

As respostas foram colhidas por telefone em uma central de pesquisa da universidade. Os participantes, na maioria heterossexual, tinham que responder essa questão “Você diria que fez sexo com alguém se você tivesse feito....”, seguida de 14 itens sobre comportamento sexual.

Respostas preocupam médicos

Para 95%, a penetração do pênis na vagina é considerada uma forma de sexo. No entanto, o índice cai para 87% se não há ejaculação. Já 81% consideram a relação anal como uma forma de sexo. Mas esse índice cai para 77% entre o grupo dos homens mais jovens, de 18 e 29 anos, vai para 50% entre os homens de 65 anos ou mais e despenca para 50% entre os homens de idade mais avançada.
Para Brandon Hill, um dos pesquisadores do instituto, as respostas do estudo servem para a comunidade médica e para os educadores ficarem mais atentos ao que ensinam sobre sexo. Seus ensinamentos podem informar ou desinformar as pessoas.

- Pesquisadores, médicos, familiares e educadores sexuais devem ser muito cuidadosos ao falar de sexo seja com o paciente, com um estudante ou uma criança.

Segundo Willian Yarber, diretor do instituto, as conclusões reafirmam a necessidade de ser mais específico quando se fala em sexualidade.

- Há conceitos vagos sobre o que é sexo em nossa cultura e na mídia. Se as pessoas não consideram certos comportamentos sexuais, também não devem pensar sobre os riscos que eles envolvem. A Aids está aí para nos forçar a ser mais específicos sobre determinados comportamentos.

Fonte: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

E vocês? Consideram o sexo anal e oral como 'fazer sexo'? Também acham que só é chamado de fazer sexo quando o homem goza?
E se a mulher não gozar e o homem sim, ou o inverso, ainda assim existiu a relação sexual?

Depois opino!


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Fique por dentro das novidades do fórum em [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.].
Já pensou em ter seu próprio espaço aqui? Então crie teu [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]!
avatar
Daniela
Idealizadora
Idealizadora

Feminino Sagitário Galo
Primaveras Primaveras : 35
Mensagens Mensagens : 1099

http://cantinhodaeris.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: População tem dificuldade para definir expressão "fazer sexo"

Mensagem por Carlos em Qua 10 Mar 2010, 14:35

Qualquer tipo de ato sexual para mim, tendo orgasmo ou não, é fazer sexo. Às vezes só de estar 'brincando' com o parceiro dando e recebendo prazer, é suficiente, me diexa feliz e considero como sexo.
avatar
Carlos
Diplomata
Diplomata

Masculino Aquário Cabra
Primaveras Primaveras : 37
Mensagens Mensagens : 252

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: População tem dificuldade para definir expressão "fazer sexo"

Mensagem por McFly em Qua 10 Mar 2010, 17:18

Sexo é o contato intimo entre duas pessoas, todos os apontados são considerados sexo. Bem, é assim que acredito, não importanto orgasmos ou partes especificas.
avatar
McFly
Inexperiente
Inexperiente

Masculino Áries Rato
Primaveras Primaveras : 33
Mensagens Mensagens : 9

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: População tem dificuldade para definir expressão "fazer sexo"

Mensagem por MaryanaKawaii em Ter 16 Mar 2010, 17:56

Concordo, sempre achei que sexo é contato intimo entre duas pessoas.Não importa se há orgasmo ou não(afinal se sexo oral ou anal não fosse sexo, não teria sexo no início ORAS!).
avatar
MaryanaKawaii
Aluno
Aluno

Feminino Sagitário Cavalo
Primaveras Primaveras : 26
Mensagens Mensagens : 47

http://mewmewheart.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: População tem dificuldade para definir expressão "fazer sexo"

Mensagem por Gustavo em Qua 17 Mar 2010, 15:02

É tudo sexo! bando de ignorantes!
avatar
Gustavo
Diplomata
Diplomata

Masculino Libra Galo
Primaveras Primaveras : 36
Mensagens Mensagens : 202

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: População tem dificuldade para definir expressão "fazer sexo"

Mensagem por Novato em Qui 25 Mar 2010, 10:29

interessante eu mesmo nao acho que masturbaçao mutua seja fazer sexo, por muito tempo aprendi que a gente perde a virgindade apenas quando colocamos o penis numa vagina
apenas as preliminares ja é sexo?
avatar
Novato
Notificador
Notificador

Masculino Libra Cabra
Primaveras Primaveras : 26
Mensagens Mensagens : 229

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: População tem dificuldade para definir expressão "fazer sexo"

Mensagem por Daniela em Qui 25 Mar 2010, 14:00

Depende do que você chama de preliminar xD
Algumas pessoas acham que preliminar é sexo oral, então sim, já é sexo, mas se preliminar for acariciar sobre a roupa e beijar na boca, então não, não é sexo.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Fique por dentro das novidades do fórum em [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.].
Já pensou em ter seu próprio espaço aqui? Então crie teu [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]!
avatar
Daniela
Idealizadora
Idealizadora

Feminino Sagitário Galo
Primaveras Primaveras : 35
Mensagens Mensagens : 1099

http://cantinhodaeris.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: População tem dificuldade para definir expressão "fazer sexo"

Mensagem por Daniela em Qua 14 Abr 2010, 11:54


Para jovens, sexo oral e masturbação não contam como relação sexual

Apenas 20% dos jovens consideram contato oral como forma de sexo, diz estudo

A maioria dos adultos jovens concordam que a penetração vaginal é sexo, mas menos de 20% acha que o contato oral conta como relação sexual, de acordo com uma pesquisa da Universidade de Kentucky, nos Estados Unidos. A pesquisa envolveu 477 estudantes universitários, em sua maioria brancos heterossexuais do sexo feminino, matriculados em um curso da sexualidade humana.
A maioria (98%) dos participantes tinham 24 anos de idade ou mais jovens, sendo a idade média a de 20,7 anos. A atitude em relação ao sexo oral representa uma mudança dramática e repentina no pensamento desde 1991, quando uma pesquisa similar constatou que quase o dobro de jovens adultos (cerca de 40%) classificavam o contato oral-genital como sexo.

De acordo com os autores do estudo, os programas de educação sexual que se concentram principalmente nas relações sexuais vaginais e penianas podem desempenhar um papel na dissociação de estimulação oral-genital como parte do sexo.



Os participantes responderam às seguintes perguntas:
Você considera que teve sexo com alguém se o comportamento mais íntimo você foi envolvido em:
-Penetração vaginal?
-Coito anal?
-Contato oral com os genitais do parceiro?
-Se o parceiro toca seus genitais?
- Contato oral com os seios?
-Toque nos seios?
-Beijos profundos?


Entre as descobertas notáveis da pesquisa, destacam-se os seguintes dados: apenas 20% dos entrevistados disseram que o contato oral com os genitais de seus parceiros que constituem o sexo. Menos de 80% dos participantes consideraram penetração anal como sexo. Os homens mostram-se mais propensos a considerar certas práticas como sexo do que as mulheres. Para o toque do genital 13% dos homens disseram ser sexo, contra 7% das mulheres. Já a estimulação oral dos seios foi considerada sexo por 9% deles, contra 4% delas.


O toque dos seios representou sexo para 8% dos homens e apenas 3% das entrevistadas. Por que a preocupação? O sexo oral tem se tornado cada vez mais aceitável entre os jovens nos últimos anos, talvez porque ele é visto por alguns como uma alternativa menos arriscada para gravidez e DSTs. Mas os médicos alertam que o sexo oral pode levar a doenças sexualmente transmissíveis, como o HIV, herpes, sífilis, gonorreia, e vírus do papiloma humano (HPV), que tem sido associado ao câncer cervical. Com isso, os pesquisadores visam incentivar pais e professores para aumentar a conscientização sobre as práticas sexuais.

Fonte: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Fique por dentro das novidades do fórum em [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.].
Já pensou em ter seu próprio espaço aqui? Então crie teu [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]!
avatar
Daniela
Idealizadora
Idealizadora

Feminino Sagitário Galo
Primaveras Primaveras : 35
Mensagens Mensagens : 1099

http://cantinhodaeris.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: População tem dificuldade para definir expressão "fazer sexo"

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum