Fórum Sexualidade
Olá, Convidado, seja bem-vindo ao Fórum Sexualidade.

Aqui você terá espaço para falar sobre diversos temas da sexualidade humana sem tabus, podendo compartilhar e aprender com todos os outros membros.

Além disso, você encontrará diversas discussões e informações sobre os mais variados temas da atualidade.

Somente membros podem visualizar alguns assuntos, portanto, não perca tempo e cadastre-se, participe das discussões.

Este fórum é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox 3.6 com a resolução de tela 1024 x 600 ou superior.

Divulgue-nos também.
Atenciosamente,

Equipe do Fórum Sexualidade.

Conectar-se

Esqueci minha senha

Painel do Usuário
Convidado


PAINEL DE USUÁRIO




MENSAGENS PRIVADAS
Últimos assuntos
» Site que envolve arte e sexo
Qui 30 Jul 2015, 08:42 por strubloid

» Arte mais sexo
Qui 30 Jul 2015, 08:40 por strubloid

» Sou doente ou ele já não me quer?
Ter 14 Jul 2015, 09:22 por rqhb

» Mulheres mais velhas gostam mais de sexo do que as mais novas, diz estudo
Sex 24 Abr 2015, 20:08 por Elisa Margotte

» Seguro de mais a ejaculação e acabo não gozando!
Dom 22 Fev 2015, 03:45 por Magusto

» Pílula
Qui 05 Fev 2015, 19:21 por Sofia Matias

» Mostrar o corpo na webcam para ganhar um Dinheiro Extra
Qua 28 Jan 2015, 12:20 por PixudoTesudo

» Preocupação dupla...
Qui 27 Nov 2014, 15:57 por Victor13

» Daniel Denardi, ao seu dispor
Qui 02 Out 2014, 20:56 por dandenardi

Votação

O que pensa sobre aborto:

27% 27% [ 12 ]
11% 11% [ 5 ]
11% 11% [ 5 ]
50% 50% [ 22 ]

Total dos votos : 44

Novidades do Blog
Veja também
Formspring.me

OrkutTwitter

Cantinho da Éris
Visitas

PageRank
Donde vêm

A impunidade dos crimes sexuais

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A impunidade dos crimes sexuais

Mensagem por Daniela em Qui 17 Jun 2010, 10:17

No campo dos direitos humanos os marcos legais são criados como reação ao contexto violento onde há necessidade de instrumentos jurídicos para proteger pessoas vulneráveis (ou vítimas) e responsabilizar agressores.

Com pressão política, aos poucos o mundo admite a sexualidade como direito e a violação dos direitos sexuais como crime. O difícil é tornar o abstrato (o direito) uma experiência concreta (vida). Os grandes desafios têm sido revelar a violência percebida como natural em diversos contextos; mostrar o panorama real daquilo que, muitas vezes, não sai do âmbito do lar; dar visibilidade, causar espanto e mudar culturas.

Os direitos humanos de crianças e adolescentes aos poucos tomam corpo e são reconhecidos nos tratados internacionais. A violência sexual passa a ser alvo de preocupação e ação.

Uma década depois da instituição do Ano Internacional da Criança, pelas Nações Unidas, foi criada em 1989 a Convenção Internacional pelos Direitos da Criança, que afirma a condição humana da criança que antes era vista como objeto de tutela e de caridade. Ampliou-se o reconhecimento da dignidade e a violência sexual mereceu um artigo específico (artigo 19). Em 1990, constituíram-se redes internacionais contra prostituição infantil, pornografia e tráfico de crianças para fins sexuais, que puseram em foco o turismo sexual e o tráfico de pessoas.

O movimento de mulheres foi essencial para a conquista dos marcos legais que protegem crianças e adolescentes, especialmente quando em 1992 se defendeu a ideia que direitos sexuais são direitos humanos. No ano seguinte, na Conferência Mundial de Direitos Humanos, reconheceu-se que a violação sexual é violação da dignidade humana e não mais um problema de ordem moral. Em 1996, em Estocolmo, o foco passou a ser adolescentes e jovens em aspectos importantes: a) Violência sexual como grave violação de direitos humanos; b) Violência sexual definida como ato delituoso; c) A ação preventiva deve ser coletiva, com participação especial do Estado. Assinaram 122 países, que se comprometeram com a elaboração de planos nacionais. Em 2000, o Brasil apresentou o seu plano.

Para enfrentar a violência sexual praticada contra crianças e adolescentes são necessários esforços em várias direções. A punição exemplar dos agressores é apenas uma das muitas ações imprescindíveis para garantir um mundo mais protegido. A absolvição de agressores não é apenas uma injustiça pontual - é um golpe que abala toda a construção social do reconhecimento da violência contra crianças e mulheres e reforça a banalização dos crimes sexuais contra a infância e a adolescência.

Quando os Tribunais de Justiça do Distrito Federal e de Mato Grosso do Sul não reconhecem a violência praticada contra meninas submetidas à degradante situação de exploração sexual, passamos a viver não só um grave retrocesso - a impunidade é lenha na fogueira da violência.

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal absolveu o deputado distrital Benício Tavares, que foi flagrado em uma orgia sexual com adolescentes em uma embarcação na região amazônica, em 2004.

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul em 2009 rejeitou a acusação contra dois homens que pagaram adolescentes para manter relações sexuais.

Estes atos ameaçam todas as conquistas de anos e anos de sensibilização, mobilização e conscientização da sociedade.

Enquanto juízes absolverem autores de crimes de exploração sexual, enquanto sacerdotes violentarem crianças e adolescentes e forem poupados - protegidos pela hipocrisia da Igreja-, essa modalidade de violência não será reconhecida. E meninos e meninas do mundo todo continuarão disponíveis no "mercado perverso de poder dos adultos".

Lembrar é combater, esquecer é permitir. É preciso lembrar que há inúmeras crianças e adolescentes diariamente, e que é papel nosso, de toda a sociedade, colocar a boca em todos os trombones disponíveis.
Fonte: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Fique por dentro das novidades do fórum em [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.].
Já pensou em ter seu próprio espaço aqui? Então crie teu [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]!
avatar
Daniela
Idealizadora
Idealizadora

Feminino Sagitário Galo
Primaveras Primaveras : 36
Mensagens Mensagens : 1099

http://cantinhodaeris.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A impunidade dos crimes sexuais

Mensagem por Kolseuvis em Qui 17 Jun 2010, 10:20

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal absolveu o deputado distrital Benício Tavares, que foi flagrado em uma orgia sexual com adolescentes em uma embarcação na região amazônica, em 2004.

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul em 2009 rejeitou a acusação contra dois homens que pagaram adolescentes para manter relações sexuais.

Como é que podemos deixar sujeitos como estes passarem impunes? Se na sociedade em que vivemos não temos a segurança de poder confiar na justiça, como podemos ter segurança para viver mais tranquilo?
avatar
Kolseuvis
Mediador
Mediador

Masculino Aquário Macaco
Primaveras Primaveras : 25
Mensagens Mensagens : 218

http://www.interativo.forumeiros.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum