Fórum Sexualidade
Olá, Convidado, seja bem-vindo ao Fórum Sexualidade.

Aqui você terá espaço para falar sobre diversos temas da sexualidade humana sem tabus, podendo compartilhar e aprender com todos os outros membros.

Além disso, você encontrará diversas discussões e informações sobre os mais variados temas da atualidade.

Somente membros podem visualizar alguns assuntos, portanto, não perca tempo e cadastre-se, participe das discussões.

Este fórum é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox 3.6 com a resolução de tela 1024 x 600 ou superior.

Divulgue-nos também.
Atenciosamente,

Equipe do Fórum Sexualidade.

Conectar-se

Esqueci minha senha

Painel do Usuário
Convidado


PAINEL DE USUÁRIO




MENSAGENS PRIVADAS
Últimos assuntos
» Site que envolve arte e sexo
Qui 30 Jul 2015, 08:42 por strubloid

» Arte mais sexo
Qui 30 Jul 2015, 08:40 por strubloid

» Sou doente ou ele já não me quer?
Ter 14 Jul 2015, 09:22 por rqhb

» Mulheres mais velhas gostam mais de sexo do que as mais novas, diz estudo
Sex 24 Abr 2015, 20:08 por Elisa Margotte

» Seguro de mais a ejaculação e acabo não gozando!
Dom 22 Fev 2015, 03:45 por Magusto

» Pílula
Qui 05 Fev 2015, 19:21 por Sofia Matias

» Mostrar o corpo na webcam para ganhar um Dinheiro Extra
Qua 28 Jan 2015, 12:20 por PixudoTesudo

» Preocupação dupla...
Qui 27 Nov 2014, 15:57 por Victor13

» Daniel Denardi, ao seu dispor
Qui 02 Out 2014, 20:56 por dandenardi

Votação

O que pensa sobre aborto:

27% 27% [ 12 ]
11% 11% [ 5 ]
11% 11% [ 5 ]
50% 50% [ 22 ]

Total dos votos : 44

Novidades do Blog
Veja também
Formspring.me

OrkutTwitter

Cantinho da Éris
Visitas

PageRank
Donde vêm

Como funciona a Sexualidade em cada faixa etária

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Como funciona a Sexualidade em cada faixa etária

Mensagem por Daniela em Ter 22 Jun 2010, 14:43

Fase oral:

Nessa fase, que compreende a faixa etária de 0 aos 18 meses, aproximadamente, a energia sexual se manifesta pela boca, ou seja, é através da boca que o bebê descobre o mundo e tem seus primeiros contatos afetivos. A alimentação, o contato com o seio da mãe, o sugar, o chorar – as principais manifestações se dão via oral. Ao receber o alimento do seio, o bebê recebe também o carinho , a emoção e as trocas afetivas com a mãe.
Isso explica porque a criança quer colocar tudo o que vê na boca: brinquedos, objetos, o próprio pezinho, as mãozinhas. Ela tem essa necessidade para experimentar o mundo e novas sensações.
De modo geral, o prazer da sucção predomina e independe das necessidades alimentares.

Dicas para essa fase:

o carinho, o colo, o calor humano são um estímulo essencial para o bebê;
brincadeiras carinhosas de descoberta do corpo (barriguinha, pezinho, cosquinhas) são muito bem vindas;
o bebê adora colocar tudo na boca. Por isso brinquedos laváveis, macios, emborrachados, sem pontas ou partes soltas são fontes de divertimento e novas descobertas;
os barulhinhos (balbucear) da criança são muito divertidos. Conversar com ela, contar histórias e cantar cantigas (singelas! Não cante “Boi da cara preta”, por favor!), tanto o pai quanto a mãe proporcionam vínculos de confiança e alegria;

Fase anal:

É a fase seguinte, compreendendo de 1 a 3 anos, marcada pelo controle dos esfíncteres, sendo que a maior zona de satisfação é a região do ânus. Esse estágio, de modo geral, representa o início da autonomia da criança. Ela descobre que pode controlar o cocô, e experimenta sensações de independência, controle, escolha e, principalmente, poder. As primeiras noções de higiene começam a ser desenvolvidas.
Dicas para essa fase:

deixe brinquedinhos, livros e gibis no banheiro é uma ótima idéia para tornar o momento do cocô ou do xixi na patente/piniquinho, algo agradável;
calcinhas e cuequinhas simpáticas e divertidas facilitam a tirada da frauda;
a criança precisa do seu tempo, exigir o controle dos esfíncteres não é recomendado;
faça com que a criança fique sem fralda, para que ela perceba que, ao fazer xixi e cocô, ela se suja. Assim, ela entende como é o processo;
os pais podem mostrar para a criança como se usa o vaso sanitário;
deixe a criança brincar de massinha, tinta, argila, massas de receita, terra. São ideais e substituem a consistência do cocô (que a criança costuma manipular nesta fase).

Fase fálica:

É a etapa que acontece dos 3 aos 6 anos. A atenção da criança é voltada para os órgãos genitais. É nesta fase que os pequenos começam a descobrir as diferenças entre os sexos. O menino descobre o pênis e suas funções e quer saber porque a menina não tem. A menina pensa que o pênis lhe foi cortado. Assim, as curiosidades sexuais surgem.
A partir dos 4 anos, aproximadamente, dúvidas sobre a reprodução começam a aparecer: “de onde vêm os bebês”, “como eu nasci”, e assim por diante.
Nesta faixa etária, a identificação com os papéis masculino e feminino são bastante enfáticas. O Complexo de Édipo, que ocorre aqui, é o nome dado ao desejo (comum e normal) da criança pelo genitor do sexo oposto e uma certa rivalidade com o genitor do mesmo sexo. É a fase em que a menina vira a “namoradinha” do papai,
e o menino o “namoradinho” da mamãe. É um processo do desenvolvimento que resulta na definição de papéis, em que há a identificação com o genitor do mesmo sexo: o menino se identifica com o pai, assumindo o papel masculino; e a menina se identifica com a mãe, assumindo o papel feminino.
A manipulação dos genitais (masturbação) é muito comum e deve ser tratada com muito respeito e naturalidade pelos adultos. Aqui também acontecem os jogos sexuais (brincadeiras de médico, papai-mamãe) que têm caráter lúdico e exploratório. (ATENÇÃO: SAIBA MAIS SOBRE MASTURBAÇÃO E JOGOS SEXUAIS NO GUIA PARA EDUCADORES)
Dicas para esta fase:

brinquedos de simulação de papéis são bastante interessantes para a criança dessa idade (bonecas, ferramentas de trabalho parecidas com as dos pais, maquiagem, etc);
supervisione as brincadeiras, principalmente as que envolvem crianças de idades diferentes;
esclareça para o pequeno as diferenças sexuais e o nome dos órgãos reprodutores, sem mentiras ou preconceitos, através de palavras simples e sempre valorizando ambos os sexos, pois cada qual tem sua função.

Fase de latência:

Período que ocorre a partir dos 7 anos até os 11, aproximadamente. A libido é transferida dos órgãos genitais para o que chamamos de atividades socialmente aceitas. Desse modo, a criança passa a gastar energias em atividades artísticas, escolares, sociais, esportes e seus interesses se deslocam para a aquisição de novos conhecimentos e habilidades.
Os vínculos de amizade mostram-se mais fortes e a formação de grupos de identificação (os famosos Clube do Bolinha e Clube da Luluzinha) contribuem para a experimentação da identidade pessoal, sexual e social. A convivência em grupo favorece o desenvolvimento da opinião, dos gostos, das regras sociais e da construção da personalidade, além de contribuir para a solidificação de sentimentos de auto-estima e segurança.

Dicas:

ofereça para a criança a escolha de atividades extra-escolares: música, esporte, artes, teatro, etc.
valorize as conquistas intelectuais da criança, elogiando sempre;
faça com que as responsabilidades do pequeno sejam cumpridas. Horários, compromissos, prazos devem ser cobrados da criança para que ela desenvolva senso de responsabilidade;
cuidado para que a criança não fique sobrecarregada com muitas atividades durante o dia. Ela também precisa de descanso e momentos de relaxamento;
fique atento às amizades e aos grupo aos quais a criança se vincula. Amizades sadias, que proporcionem brincadeiras gostosas e momentos produtivos devem ser incentivadas;

Fase genital:

Tem início juntamente com a puberdade e é marcada pela retomada dos impulsos sexuais. É caracterizada também pelas mudanças físicas, psicológicas e novas descobertas. O adolescente perde a identidade infantil e começa a construir e desenvolver, pouco a pouco, a identidade adulta.

Dicas para esta fase:
• o trabalho de educação sexual deve começar muito antes dessa fase;

• aulas e conversas sobre contracepção, orientação sexual (heterossexualidade/ homossexualidade), gravidez na adolescência e doenças sexualmente transmissíveis são ideais para esta fase;

• materiais concretos e ilustrações são imprescindíveis para essas aulas a fim de construir conhecimentos sólidos e produtivos;

Edu Sex


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Fique por dentro das novidades do fórum em [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.].
Já pensou em ter seu próprio espaço aqui? Então crie teu [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]!
avatar
Daniela
Idealizadora
Idealizadora

Feminino Sagitário Galo
Primaveras Primaveras : 35
Mensagens Mensagens : 1099

http://cantinhodaeris.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum