Fórum Sexualidade
Olá, Convidado, seja bem-vindo ao Fórum Sexualidade.

Aqui você terá espaço para falar sobre diversos temas da sexualidade humana sem tabus, podendo compartilhar e aprender com todos os outros membros.

Além disso, você encontrará diversas discussões e informações sobre os mais variados temas da atualidade.

Somente membros podem visualizar alguns assuntos, portanto, não perca tempo e cadastre-se, participe das discussões.

Este fórum é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox 3.6 com a resolução de tela 1024 x 600 ou superior.

Divulgue-nos também.
Atenciosamente,

Equipe do Fórum Sexualidade.

Conectar-se

Esqueci minha senha

Painel do Usuário
Convidado


PAINEL DE USUÁRIO




MENSAGENS PRIVADAS
Últimos assuntos
» Site que envolve arte e sexo
Qui 30 Jul 2015, 08:42 por strubloid

» Arte mais sexo
Qui 30 Jul 2015, 08:40 por strubloid

» Sou doente ou ele já não me quer?
Ter 14 Jul 2015, 09:22 por rqhb

» Mulheres mais velhas gostam mais de sexo do que as mais novas, diz estudo
Sex 24 Abr 2015, 20:08 por Elisa Margotte

» Seguro de mais a ejaculação e acabo não gozando!
Dom 22 Fev 2015, 03:45 por Magusto

» Pílula
Qui 05 Fev 2015, 19:21 por Sofia Matias

» Mostrar o corpo na webcam para ganhar um Dinheiro Extra
Qua 28 Jan 2015, 12:20 por PixudoTesudo

» Preocupação dupla...
Qui 27 Nov 2014, 15:57 por Victor13

» Daniel Denardi, ao seu dispor
Qui 02 Out 2014, 20:56 por dandenardi

Votação

O que pensa sobre aborto:

27% 27% [ 12 ]
11% 11% [ 5 ]
11% 11% [ 5 ]
50% 50% [ 22 ]

Total dos votos : 44

Novidades do Blog
Veja também
Formspring.me

OrkutTwitter

Cantinho da Éris
Visitas

PageRank
Donde vêm

Modelos desfilam pelos direitos das prostitutas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Modelos desfilam pelos direitos das prostitutas

Mensagem por Daniela em Sex 09 Jul 2010, 11:17

A zona tomou conta da Casa de Cultura Mario Quintana – com direito a festa, aplausos e música. Na alameda de entrada do prédio, em Porto Alegre, sobre um tapete vermelho estendido sobre o calçamento, 20 modelos da grife Daspu, atraíram ontem à noite uma multidão de curiosos, interessados ou simpatizantes ao som de funks brejeiros e distribuindo sorrisos e palitos de marshmellows.

Criada em 2005 pela organização não governamental (ONG) Davida, entidade dedicada à luta pelos direitos das prostitutas, a Daspu é uma das facetas mais visíveis de um movimento que busca a regulamentação da profissão de serviços sexuais. O próprio desfile da Daspu foi parte da programação do 5º Encontro da Rede Brasileira de Prostitutas, que prossegue hoje e amanhã. Embora esta seja a quinta edição do encontro, é a primeira que se realiza fora do Rio de Janeiro, onde nasceu a ONG Davida. O encontro em solo gaúcho foi organizado pelo Núcleo de Estudos da Prostituição (NEP), entidade gaúcha de mulheres da vida.

Só depois da reunião de abertura do encontro, na sala de conferências no segundo andar da Casa de Cultura Mario Quintana, teve início o desfile – que também sofreu atrasos por problemas na rede elétrica que dificultaram o funcionamento dos seis refletores de passarela. A espera, entretanto, não desanimou o público, que desde 19h já lotava a entrada da Casa de Cultura, e reunia simpatizantes da causa, interessados em moda ou simplesmente curiosos.

Estudantes do curso de Moda assistiu ao desfile

No primeiro time, havia gente como Alessandra Bohm, 31 anos, professora e psicopedagoga com amigas que trabalham no NEP e já realizou pesquisas acadêmicas sobre a sexualidade de travestis.

– Eu até havia sido convidada a ajudar na maquiagem das meninas, mas não pude por estar no trabalho, mas compareci para ver o desfile – comentou a professora.

Na mesma calçada, a poucos metros, um grupo de jovens estudantes do primeiro semestre do curso de Produção em Moda do Senac esperava a oportunidade de aprender algo com a coleção – intitulada Do Botequim ao Caviar, a série apresentada pela Daspu ontem brincava com a ideia da prostituição que vai dos ambientes mais prosaicos aos mais refinados.

– Acho que é importante esse trabalho, porque elas lutam pelo reconhecimento de uma profissão que existe, é muito antiga e não vai deixar de existir, então é uma luta pelo fim da hipocrisia – disse Elisandra Zwirtes, 26 anos, uma das estudantes.

Ao fim do desfile, que contou com uma ambientação ao estilo “zona de meretrício”, com varais com lençóis, toalhas e calcinhas penduradas sobre a passarela, e que mostrou camisetas, vestidos estampados e shorts com muito colorido, os depoimentos mais entusiastas, contudo, eram os das próprias modelos da marca – cinco homens e 15 mulheres, nem todos profissionais do sexo, alguns apenas simpatizantes.

– Eu fui pega de surpresa, nem ia desfilar, fui fazer uma entrega no NEP e me convidaram. Foi emocionante – explicava Laura, 30 anos, uma das modelos, prostituta de ofício, nascida em Juiz de Fora mas residente há 15 anos em Porto Alegre.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Fique por dentro das novidades do fórum em [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.].
Já pensou em ter seu próprio espaço aqui? Então crie teu [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]!
avatar
Daniela
Idealizadora
Idealizadora

Feminino Sagitário Galo
Primaveras Primaveras : 36
Mensagens Mensagens : 1099

http://cantinhodaeris.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum