Fórum Sexualidade
Olá, Convidado, seja bem-vindo ao Fórum Sexualidade.

Aqui você terá espaço para falar sobre diversos temas da sexualidade humana sem tabus, podendo compartilhar e aprender com todos os outros membros.

Além disso, você encontrará diversas discussões e informações sobre os mais variados temas da atualidade.

Somente membros podem visualizar alguns assuntos, portanto, não perca tempo e cadastre-se, participe das discussões.

Este fórum é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox 3.6 com a resolução de tela 1024 x 600 ou superior.

Divulgue-nos também.
Atenciosamente,

Equipe do Fórum Sexualidade.

Conectar-se

Esqueci minha senha

Painel do Usuário
Convidado


PAINEL DE USUÁRIO




MENSAGENS PRIVADAS
Últimos assuntos
» Site que envolve arte e sexo
Qui 30 Jul 2015, 08:42 por strubloid

» Arte mais sexo
Qui 30 Jul 2015, 08:40 por strubloid

» Sou doente ou ele já não me quer?
Ter 14 Jul 2015, 09:22 por rqhb

» Mulheres mais velhas gostam mais de sexo do que as mais novas, diz estudo
Sex 24 Abr 2015, 20:08 por Elisa Margotte

» Seguro de mais a ejaculação e acabo não gozando!
Dom 22 Fev 2015, 03:45 por Magusto

» Pílula
Qui 05 Fev 2015, 19:21 por Sofia Matias

» Mostrar o corpo na webcam para ganhar um Dinheiro Extra
Qua 28 Jan 2015, 12:20 por PixudoTesudo

» Preocupação dupla...
Qui 27 Nov 2014, 15:57 por Victor13

» Daniel Denardi, ao seu dispor
Qui 02 Out 2014, 20:56 por dandenardi

Votação

O que pensa sobre aborto:

27% 27% [ 12 ]
11% 11% [ 5 ]
11% 11% [ 5 ]
50% 50% [ 22 ]

Total dos votos : 44

Novidades do Blog
Veja também
Formspring.me

OrkutTwitter

Cantinho da Éris
Visitas

PageRank
Donde vêm

Vaticano esclarece que pedofilia e ordenação de mulheres não são crimes ao mesmo nível

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Vaticano esclarece que pedofilia e ordenação de mulheres não são crimes ao mesmo nível

Mensagem por Novato em Ter 20 Jul 2010, 09:21

Na quinta-feira, a Santa Sé divulgou um documento revendo as regras da lei canónica para tornar mais fácil a punição dos padres que abusaram sexualmente de menores, alargando o período durante o qual se podem apresentar queixas aos tribunais da igreja, e generalizando o uso de procedimentos mais céleres.

Mas, ao mesmo tempo, a ordenação de mullheres como padres surge considerada como um “delito grave contra a fé”, lê-se no documento, apresentado pelo porta-voz do Vaticano Federico Lombardi e enviado a todos os bispos católicos do mundo, sob a forma de carta.

A referência aos dois assuntos no mesmo documento gerou um coro de críticas, particularmente entre os que defendem a ordenação feminina. Mas o monsenhor Charles Scicluna, um dos responsáveis pelo departamento doutrinário do Vaticano, veio esclarecer que não há qualquer tentativa de tornar a pedofilia e a ordenação de mulheres crimes comparáveis à luz da lei canónica.

“Isto não é pôr tudo no mesmo cesto”, afirmou à Reuters. “Estão no mesmo documento, mas não os estamos a pôr ao mesmo nível, ou a atribuir-lhes a mesma gravidade”, continua Scicluna, que ajudou a formular as revisões. O documento era uma tentativa de actualizar normas referentes a “três tipos de crimes canónicos que são distintos” e cuja jurisdição está reservada à Congregação para a Doutrina da Fé, adiantou.

Os abusos sexuais "são um crime contra a moralidade", enquanto a tentativa de ordenar uma mulher como padre é "um crime contra o sacramento", disse Scicluna. "São crimes de natureza diferente".

Mas o facto de abusos sexuais de menores e a ordenação de mulheres terem sido colocados no mesmo documentos estão a ser encaros por alguns críticos do Vaticano como uma tentativa de resposta à crítica frequente de que a insistência no celibato deve ser apontada como origem de parte, pelo menos, dos casos de abusos sexuais, adianta a agência Reuters.

"A sexualidade é tão negada pela Igreja. A Igreja Católica romana tem de rever os seus ensinamentos sexuais, acho que eles estão na raiz dos crimes pedófilos", disse a esta agência noticiosa Christian Weisner, porta-voz do movimento reformista católico Nós Somos Igreja.

Jon O’Brien, presidente do grupo Católicos pela Escolha, com base nos EUA, diz que o Vaticano se "sente ameaçado" pelo movimento cada vez mais expressivo a favor da ordenação de mulheres. E, se bem que compreenda a distinção técnica entre os vários tipos de crimes à luz do direito canónico, juntar as duas coisas é um exemplo de má comunicação. "Se as autoridades do Vaticano tiverem uma oportunidade para dar um tiro no pé, acertam nos dois", disse O'Brien à Reuters.

Nas novas regras para lutar conta a pedofilia prevêem-se procedimentos “mais rápidos para enfrentar com eficácia as situações mais graves e urgentes”, disse o padre Lombardi, citado pela edição online do jornal "El País".



Abre-se também a porta à entrada de laicos nos tribunais eclesiásticos que julguem estes casos e eleva-se o período de prescrição para o delito de abusos sexuais de dez para 20 anos (a contar do 18.º aniversário da vítima). É introduzido um novo crime, a pornografia pedófila. E é também dito de maneira explícita que se “deve seguir a lei civil no que diz respeito à denúncia dos crimes às autoridades apropriadas”.

No entanto, sublinha o jornal italiano “Corriere della Sera”, sobre o tema delicado da colaboração entre a justiça canónica (da igreja) e civil na investigação das acusações de abusos sexuais praticados por padres, não foram feitas alterações.
Fonte: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Novato
Notificador
Notificador

Masculino Libra Cabra
Primaveras Primaveras : 26
Mensagens Mensagens : 229

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum