Fórum Sexualidade
Olá, Convidado, seja bem-vindo ao Fórum Sexualidade.

Aqui você terá espaço para falar sobre diversos temas da sexualidade humana sem tabus, podendo compartilhar e aprender com todos os outros membros.

Além disso, você encontrará diversas discussões e informações sobre os mais variados temas da atualidade.

Somente membros podem visualizar alguns assuntos, portanto, não perca tempo e cadastre-se, participe das discussões.

Este fórum é melhor visualizado no navegador Mozilla Firefox 3.6 com a resolução de tela 1024 x 600 ou superior.

Divulgue-nos também.
Atenciosamente,

Equipe do Fórum Sexualidade.

Conectar-se

Esqueci minha senha

Painel do Usuário
Convidado


PAINEL DE USUÁRIO




MENSAGENS PRIVADAS
Últimos assuntos
» Site que envolve arte e sexo
Qui 30 Jul 2015, 08:42 por strubloid

» Arte mais sexo
Qui 30 Jul 2015, 08:40 por strubloid

» Sou doente ou ele já não me quer?
Ter 14 Jul 2015, 09:22 por rqhb

» Mulheres mais velhas gostam mais de sexo do que as mais novas, diz estudo
Sex 24 Abr 2015, 20:08 por Elisa Margotte

» Seguro de mais a ejaculação e acabo não gozando!
Dom 22 Fev 2015, 03:45 por Magusto

» Pílula
Qui 05 Fev 2015, 19:21 por Sofia Matias

» Mostrar o corpo na webcam para ganhar um Dinheiro Extra
Qua 28 Jan 2015, 12:20 por PixudoTesudo

» Preocupação dupla...
Qui 27 Nov 2014, 15:57 por Victor13

» Daniel Denardi, ao seu dispor
Qui 02 Out 2014, 20:56 por dandenardi

Votação

O que pensa sobre aborto:

27% 27% [ 12 ]
11% 11% [ 5 ]
11% 11% [ 5 ]
50% 50% [ 22 ]

Total dos votos : 44

Novidades do Blog
Veja também
Formspring.me

OrkutTwitter

Cantinho da Éris
Visitas

PageRank
Donde vêm

Ensinamos tudo, excepto o essencial

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ensinamos tudo, excepto o essencial

Mensagem por Carlos em Seg 28 Jun 2010, 09:55

"Segundo a Comissão Europeia, as pessoas afectadas pela depressão na Europa são mais do que 4,5% da população”. Todos os anos adicionam-se 58 mil novos deprimidos. É a segunda principal causa de morte depois dos acidentes na estrada. Daqui a 10 anos será a doença mais difundida. Quanto aos mortos nas ruas, sabemos que muitos acidentes são provocados por pessoas que geralmente gostam de beber, muitas vezes devido à solidão interior. A escola é afectada por algumas “doenças contagiosas”, como o bullying, a indiferença, a ignorância, e a insensibilidade. A depressão e o comportamento ético, além de criar sérios problemas pessoais por vezes terríveis, podem originar situações económicas delicadas no futuro de um país. O que fazem os Ministros da Educação para resolver o problema? Nas escolas, além dos estudos curriculares, recentemente adicionaram a educação sexual. Na Grã-Bretanha os cursos de sexologia já existem há muitos anos. Hoje é o país ocidental com o maior número de mães adolescentes. Em 2008, o aumento foi de 40,9%. Nesta deprimente classificação, os britânicos superaram os países tribais do terceiro mundo. Também em 2008, o Sindicato dos Professores foi a favor do sexo entre professores e alunos que tivessem atingido os dezasseis anos de idade. Como podemos ver, uma coisa leva a outra... Os políticos britânicos já há alguns anos estão preocupados com o nível de violência alcançado entre os jovens: em alguns bairros os esfaqueamentos são tão frequentes que a faca se tornou uma arma de defesa, tal como o revólver no mítico Oeste Selvagem. Assim, nas entradas das escolas em risco instalaram detectores de metais. Considerando os resultados verificados nos países como a Grã-Bretanha e os Estados Unidos, não seria melhor ensinar a Educação Sentimental? Nós não precisamos de um psicólogo para entender que o sexo isolado dos sentimentos é um acto animal. Com a Educação Sentimental, muito provavelmente, teremos menos depressões e prostituições, menos meninas mães e menos divórcios, e ainda menos abuso sexual e violência. Os professores de Educação Sentimental deveriam seguir cursos de formação que lhes permitissem lidar responsavelmente com os jovens. Mas também é necessário, que os educadores dos professores, sejam cuidadosamente seleccionados pelo Ministério da Educação, e estejam à altura do papel a desempenhar. O aluno que não tem uma educação ética deve ser rejeitado, mesmo que seja bom nas matérias curriculares. Um bom profissional, ou trabalhador, desonesto, não ajuda ninguém, excepto os desonestos. Educar significa: "Conduzir com metodologia a um nível conveniente de maturidade intelectual e moral." Mas nas escolas o aspecto "moral" é o mais descuidado. Nas escolas primárias, temos crianças traumatizadas pelos colegas, não só psicologicamente, mas também fisicamente. Nas escolas superiores muitos alunos não têm a mínima idéia do que é a ética, o respeito e a responsabilidade. Alguns anos atrás, um professor idoso, universitário disse-me: "Antes do Maio 1968, os professores medíocres eram uma pequena minoria, hoje são a grande maioria."
Os professores, se não estão preparados, estão desarmados, enquanto os políticos consultam planos de economia para salvar um “navio imoral” que mais se afunda. Também não é educativo não premiar a seriedade profissional no campo do trabalho. Em alguns países europeus, muitas vezes acontece que os amigos e os conhecidos são recompensados, e não os profissionais que são bem qualificados e honestos. Quem está a trabalhar seriamente é assim desmotivado, e a qualidade do trabalho, em geral, acaba por criar graves problemas nas empresas e no país. A ética é essencial para a sociedade civil, e como tal deve ser reconsiderada. Claro que, para não tornar vão o que foi dito, devemos evitar o ensino da teoria que nos leva a pensar sermosos netos do macaco. A ética sem uma alta aspiração nunca convenceu ninguém.
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Carlos
Diplomata
Diplomata

Masculino Aquário Cabra
Primaveras Primaveras : 37
Mensagens Mensagens : 252

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum